Coordenador : Maria Onete Lopes Ferreira
Ano: 2022
Publico Alvo : Alunos do ensino infantil da Escola Municipal Cornelis Verolme
Local de atuação: DED
Resumo
O projeto é realizado com crianças do ensino fundamental numa escola municipal em Angra dos Reis. O desenvolvimento das ações acontece através de encontros semanais com a duração de uma hora. O propósito do projeto é oferecer às crianças um contato direto com a arte escrita, para que elas desenvolvam no espírito sensível e a menta criativa. A arte, por ser inerente à criatividade eleva a humanização e deve ser estimulada, preferencialmente na infância. Nosso ponto de partida é uma crítica à escola contemporânea, por estar defasada e carecer de inovações que a tornem coerente com o tempo presente. Entretanto, se trata de jogar fora a experiência histórica. Do que se trata é de inovar o fazer pedagógico com projetos e atividades atrativas para as crianças das camadas populares. A escola pública deve caminhar na contramão do utilitarismo que se convencionou como finalidade do ensino. A educação escolar não deve se limitar a formar pessoas para atender aos anseios do mercado. Esta crítica à escola está na essência desse projeto e a poesia é o dispositivo para a ampliação da formação no ensino infantil. Bons resultados, veem sendo colhidos e, isso aparece na descobertas de poetas mirins e na aprovação das crianças no final de cada ano letivo.