Coordenador : Renata Ximenes Lins
Ano: 2021
Publico Alvo : Acadêmicos do último ano de graduação do Instituto de Saúde de Nova Friburgo e Cirurgiões-dentistas generalistas inscritos no Conselho Regional de Odontologia (RJ)
Local de atuação: FFE
Resumo
A resistência bacteriana é considerada uma das maiores ameaças à saúde e os cirurgiões-dentistas possuem uma ligação direta devido a prática de prescrição incorreta. A proposta do projeto é disseminar informações sobre a correta prescrição de antimicrobianos, avaliar o conhecimento dos formandos do Instituto de Saúde de Nova Friburgo e cirurgiões-dentistas inscritos no conselho regional, além de promover campanhas, por meio das redes sociais, que auxiliam na promoção de saúde, conscientizando sobre os perigosos gerados pelo uso excessivo de antibióticos. Por meio de questionário semiestruturado, o projeto busca responder questões como: Qual o nível de conhecimento e postura dos acadêmicos e dentistas, frente à prescrição de antibióticos em terapias endodônticas? Existe diferença entre as prescrições de acadêmicos e dentistas graduados? O resultado do presente trabalho auxiliará em propostas de intervenção na melhora da qualidade do ensino no Instituto de Saúde de Nova Friburgo e nas diretrizes seguidas por dentistas generalistas já formados. Por meio das ações de extensão planeja-se com as atividades de educação, prevenção e promoção da saúde, auxiliar acadêmicos e profissionais já formados, cirurgiões-dentistas, dando-lhes acesso às informações e diretrizes mais atuais acerca da prescrição e administração de antibióticos, beneficiando não só os prescritores, mas a comunidade como um todo. O projeto deseja contribuir com a meta da OMS, combatendo o crescimento de bactérias super-resistentes. A resistência bacteriana é um fenômeno natural, mas tem sofrido uma rápida aceleração devido a utilização incorreta dos antimicrobianos.