Coordenador : Simone Martins Rembold
Ano: 2021
Publico Alvo : Neste primeiro momento, enquanto os insumos não são suficientes para toda a população, a vacinação contra a covid-19 tem como prioridade a preservação do funcionamento dos serviços de saúde; a proteção dos indivíduos com maior risco de desenvolver formas graves da doença; a proteção dos demais indivíduos vulneráveis aos maiores impactos da pandemia; seguido da preservação do funcionamento dos serviços essenciais. Assim, a vacinação está sendo realizada de forma escalonada, atendendo à seguinte ordem de prioridade: - Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas; - Pessoas com deficiência institucionalizadas; - Povos indígenas vivendo em terras indígenas; - Trabalhadores de saúde; - Pessoas de 90 anos ou mais; - Pessoas de 85 a 89 anos; - Pessoas de 80 a 84 anos; - Pessoas de 75 a 79 anos; - Povos e comunidades tradicionais Ribeirinhas; - Povos e comunidades tradicionais Quilombolas; - Pessoas de 70 a 74 anos; - Pessoas de 65 a 69 anos; - Pessoas de 60 a 64 anos; - Pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades; - Pessoas com deficiência permanente; -Pessoas em situação de rua; - População privada de liberdade; - Funcionários do sistema de privação de liberdade; - Trabalhadores da educação do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fund amental, ensino médio, profissionalizantes e EJA) - Trabalhadores da educação do ensino superior; - Forças de segurança e salvamento; - Forças Armadas; -Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros - Trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário; - Trabalhadores de transporte aéreo; - Trabalhadores de transporte aquaviário; - Caminhoneiros ; - Trabalhadores portuários; - Trabalhadores industriais.
Local de atuação: MEM
Resumo
O projeto intitulado Ação integrada de educação em saúde e cadastro na campanha de vacinação contra a COVID-19 tem como público alvo a população vulnerável frente à pandemia pelo vírus SARS-CoV-2, que apresenta maiores taxas de morbimortalidade quando acometida pela doença. A formalização da parceria entre a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Prefeitura de Niterói resultou na oferta da vacinação na modalidade drive-thru, tendo como locus o Campus do Gragoatá. Nesse sentido, a presente ação de extensão visa a cooperação e o desenvolvimento de ações integradas com a Secretaria Municipal de Saúde para a operacionalização da Campanha de Vacinação contra a COVID-19 no município de Niterói, através das seguintes atividades: 1) Acolhimento dos usuários e familiares que procuram o drive-thru para a vacinação; 2) Triagem para a administração da vacina; 3) Registro de cada cidadão vacinado nominal/individualizado, com a indicação da respectiva dose administrada (Laboratório e lote), visando garantir o reconhecimento do cidadão vacinado pelo número do Cadastro de Pessoa Física ou do Cartão Nacional de Saúde, a fim de possibilitar o acompanhamento das pessoas vacinadas, evitar duplicidade de vacinação, e identificar/monitorar a investigação de possíveis eventos adversos; 4) Retirada de dúvidas sobre a vacinação e orientações de saúde, incluindo os possíveis eventos adversos e o seu manejo. Neste momento histórico, a parceria da Universidade Federal Fluminense e da Escola de Enfermagem com a Secretaria Municipal de Saúde reafirma o compromisso social desta instituição, além de contribuir para a formação profissional e cidadã de estudantes de graduação da UFF.