Coordenador : Dinah Tereza Papi de Guimaraens Cavancanti
Ano: 2021
Publico Alvo : Público, docente, discente e técnico da EAU/UFF. Público nacional e internacional do Rio de Janeiro/Niterói. Participação do MACquinho-Niterói, SEMEST-Secretaria Municipal de Tecnologia de Niterói.
Local de atuação: TAR
Resumo
Este projeto de pesquisa tem como base as paisagens multiculturais que contribuíram para a formação e a construção das comunidades localizadas nos arredores da Baía de Guanabara, no trecho do Rio de Janeiro/Niterói que recebeu o registro de Patrimônio da Humanidade como Paisagem Cultural Urbana pela Unesco (01/07/2012) e cujos pontos de visada foram estabelecidos a partir do Morro do Pico - Jurujuba, Niterói/RJ e Morro do Corcovado - Alto da Boa Vista, Rio de Janeiro/RJ. Tal estudo é motivado pela lacuna histórica existente em relação à formação e à evolução do atual perímetro de registro da Unesco, enfatizando a investigação e o registro visual dos bens arquitetônicos de grande importância cultural para a formação de tal paisagem que foi demarcada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico nacional-Iphan. A pesquisa contribuirá para criar um Acervo Visual Interativo para compor o Visor da Paisagem/Unesco que terá como ponto de visada o MACquinho/Morro do Palácio e o Morro do Gragoatá/UFF, cujo levantamento será realizado pelo Laboratório da Paisagem e do Lugar/LAPALU-PPGAU e por integrantes da EAU. Este Visor tem como principal objetivo o acesso à informação documental e visual (através da implantação de telescópios) do campo de visão observado desses promontórios, culminando em um processo interativo entre a linha demarcada na paisagem urbana de bens naturais, os equipamentos de arquitetura e urbanismo, os fatos histórico-sociais documentados e os saberes culturais, onde o público local, nacional e internacional tenha pleno conhecimento do significado cultural e natural da Paisagem Cultural registrada pela Unesco.