Coordenador : Glauco Bienenstein
Ano: 2021
Publico Alvo : O projeto está associado ao programa: “A Universidade e o direito à cidade: assessoria a movimentos sociais no Estado do Rio de Janeiro”, que beneficiará comunidades em Niterói e São Gonçalo, com o foco de atuação nas comunidades que integram o Fórum de Luta pela Moradia; no Rio de Janeiro, as ações estarão concentradas naquelas integrantes do Conselho Popular que são atendidas pela Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro. Até o momento, estão envolvidas no Fórum de Luta pela Moradia, as seguintes comunidades de Niterói: Casarão da Rua Presidente Domiciano, Morro do Preventório, Fazendinha, ACANIT, Morros da Chácara e do Arroz, Ocupação Frei Tito, Preventório-Cafubá, Vila Esperança, Prédio da Caixa; da cidade do Rio de Janeiro, no Conselho Popular, e atendidas pelo Núcleo de Terras Defensoria Pública, temos: Vila Autódromo, Barrinha (Barra da Tijuca), Rio das Pedras (Itanhangá), Indiana (Tijuca) e Rocinha sem Fronteiras (Rocinha).
Local de atuação: NEPHU
Resumo
A proposta dá continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido junto às comunidades vinculadas ao programa A Universidade pública e o direito à cidade: assessoria a movimentos sociais do Estado do Rio de Janeiro desde 2019, entendendo que a questão da moradia compreende, além da moradia, a infraestrutura e os serviços públicos. Destaca-se também o direito a um planejamento urbano que propicie uma vida urbana digna. Conforme indicação anterior, as comunidades envolvidas no projeto fazem parte do Fórum de Luta pela Moradia (Niterói e São Gonçalo) ou do Conselho Popular (Rio de Janeiro) e as questões tratadas pelo projeto são definidas coletivamente nos respectivos fóruns de cada cidade. O Programa é formado por diversos projetos que se articulam nas ações de ensino, pesquisa e extensão no âmbito, especialmente, da UFF. Desse modo, o objetivo geral do projeto A Universidade e o direito à cidade: acompanhando e mapeando os conflitos (2021) é acompanhar e mapear os conflitos urbanos vinculados à luta pela moradia nos municípios de Niterói, São Gonçalo e Rio de Janeiro, que se encontram vinculados aos seus respectivos fóruns de luta, de forma a contribuir com as demandas e lutas dos segmentos sociais subalternizados. Assim, sua orientação é procurar realizar um conteúdo que possa contribuir com a luta das comunidades, construindo uma cartografia destes conflitos. Identificando questões determinantes dessas disputas nos territórios. Vincula-se ainda, tais informações, aos dados oficiais, de forma a transversalizá-los quando possível com outros órgãos de pesquisa. Por fim, serão apresentados no site do NEPHU-UFF.