Coordenador : Roberto de Araujo Vieira
Ano: 2021
Publico Alvo : O publico alvo principal, além dos alunos, seriam as partes de ações judiciais que precisem de perícias contábeis em ações de gratuidade de justiça, além dos magistrados que participam da justica, que também seriam beneficiados pelo andamento dos processos parados por falta de peritos nos processos de gratuidade.
Local de atuação: STC
Resumo
A idéia central do Projeto é possibilitar a uma grande quantidade de pessoas que entram com ações judiciais de natureza patrimonial em processos com gratuidade de justiça e que, pela característica financeira destas pessoas, não tem como custear as perícias contábeis que muitas vezes são necessárias para realização de prova e convencimento da autoridade judicial. A utilização de alunos, devidamente capitaneados por Peritos Contábeis já formados e em exercício de suas funções periciais, possibilitará aos alunos que se interessarem uma prática real de perícia contábil, que muito contribuirá para o desenvolvimento profissional do aluno, o qual atuará em apoio ao Perito, auxiliando o mesmo na realização das perícias em questão. Ressalte-se que embora hoje exista uma remuneração simbólica para perícias contábeis de gratuidade de justiça, a mesma não é atrativa para um profissional habilitado, face também as grandes responsabilidades inerentes a realização de perícias. Contudo, com o apoio de um aluno formando de ciências contábeis de uma Universidade de qualidade como a UFF, este Perito poderá funcionar mais como um orientador ao aluno na realização da perícia, e este aluno trabalhará em casos reais e práticos de perícias contábeis, o que hoje é muito dificil de realizar durante uma aula normal. Somaria-se assim interesses e benefícios, o aluno com o aprendizado com perícias reais, e os Peritos com uma mão de obra qualificado em apoio a realização destas perícias não interessantes financeiramente, somando ainda o principal beneficiário que seria a parte que teria em seu processo uma perícia de qualidade.