Coordenador : Miriam Assuncão de Souza Lepsch
Ano: 2019
Publico Alvo : Discentes de graduação e pós-graduação de cursos da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis e de outras Instituições do Município e/ou do Estado do Rio. A comunidade acadêmica e administrativa da Universidade, assim como a sociedade em geral.
Local de atuação: STC
Resumo
O projeto visa unir a teoria com o fazer, proporcionando ao discente o estar no meio acadêmico e o vivenciar o mercado de trabalho, permitindo múltiplas experiências e trocas, atuando como campo de prática, possibilitando o despertar do pensamento crítico quanto à teoria, prática e investigações científicas relacionadas à gestão pública e de instituições sem fins lucrativos, ao tempo que capacita para esse mercado de trabalho. Nesse contexto, a proposta se dá a partir da Teoria da Complexidade de Edgard Morin, a qual aborda que ensinar consiste em permitir o estabelecimento de influências recíprocas e relações mútuas entre as partes e o todo,o que se entende como uma relação dialógica, entre o discente, o contexto acadêmico, o social e o profissional, estruturada em uma prática interdisciplinar. Além de Morin, utilizaremos linhas teóricas, como a de Paulo Freire, que pensa no ensino de forma mais ampla, complexa, viva e inacabada, através do entrelaçar de uma rede de saberes que vise a aproximação e não o distanciamento da academia do fazer profissional, trazendo uma relação entre ensino, pesquisa e extensão, abrindo, ainda, espaços que deem voz aos atores parte de tal experiência. Assim, é um projeto que não irá se limitar em si mesmo, mas abrirá porta para possibilidades que poderão ser construídas com o outro e seus relatos e saberes vivenciados na sala de aula e no campo do fazer, permitindo ser complementado com atividades que contemplarão a organização de eventos, a pesquisa, a produção de relatórios,de resumos e de artigos.