Coordenador : Anna Christina Pinho de Oliveira
Ano: 2019
Publico Alvo : 4080
Local de atuação: MMC
Resumo
O Programa de Controle da Tuberculose Hospitalar (PCTH) do HUAP, em atividade desde 2006, atua através de medidas de biossegurança: Medidas Administrativas - busca ativa de sintomáticos respiratórios, visando identificação precoce de possíveis infectantes, controle de fluxo de pacientes e informação aos profissionais de saúde; Medidas Ambientais de Engenharia - promovem a não disseminação aérea do bacilo pela exaustão do ar e isolamento dos suspeitos ou doentes que necessitem permanecer no HU e Medidas de Proteção Respiratória Individuais - com a utilização de respiradores para proteção individualizada. O PCTH procura, em parceria com diversos setores hospitalares e categorias profissionais, reduzir a possibilidade de infecção e adoecimento por Tuberculose (TB) entre alunos, técnico-administrativos e professores. Apesar de ação local, por ocorrer em hospital escola, as medidas de biossegurança tornam-se propagadas nas áreas de saúde do Leste Fluminense, através da informação veiculada pelos alunos e servidores. Esta área metropolitana possui aproximadamente 2 500 000 pessoas e alta prevalência em TB. Nos últimos 5 anos o HUAP notificou uma média de 57,6 pacientes com TB, em todas as formas de apresentação.