Coordenador : Aline Cardoso Caseca
Ano: 2019
Publico Alvo : Indivíduos expostos à níveis de pressão sonora elevados.
Local de atuação: FCB
Resumo
A audição tem papel fundamental no desenvolvimento da linguagem e na comunicação. Refletindo diretamente em todos os âmbitos comunicativos e sociais, como os ambientes de trabalho, acadêmicos e de lazer. Sendo assim, muitos fatores podem afetar a audição dos indivíduos, sendo alguns inerentes ao ser humano e outros causados pelo meio em que ele se encontra. O ruído é caracterizado por elevados níveis de pressão sonora é um dos agentes mais freqüentes de poluição sonora, de acordo com a OMS. Sua ação ao organismo pode estar direta ou indiretamente relacionada ao sistema auditivo, sendo a perda auditiva uma das consequências mais prevalentes dessa exposição. Para prevenção das perdas auditivas causadas por exposição prolongada a ruídos de forte intensidade destaca-se as ações de promoção e prevenção á saúde auditiva, monitoramento audiológico de indivíduos expostos, uso de equipamentos de proteção individual e coletivo e conscientização sobre os riscos causados pelo ruído. Objetivo: verificar o impacto do ruído dos laboratórios e clínicas do ISNF relacionando nível de ruído, tempo de exposição e seus agravos auditivos e não auditivos na saúde dos usuários desses ambientes. Propor ações em saúde auditiva baseadas em programas de conservação auditiva. Realizaremos um estudo Transversal observacional analítico com discentes e docentes dos cursos de fonoaudiologia, biomedicina e odontologia do ISNF, técnicos administrativos e usuários das clínicas escolas. Espera-se identificar os riscos à saúde auditiva nos ambientes estudados, conhecer as percepções sobre saúde auditiva e ruído, seus riscos e propor ações permanentes em educação e conservação em saúde auditiva.