Coordenador : Ana Luiza Bastos
Ano: 2019
Publico Alvo : Estudantes do Ensino Fundamental e Médio da Região Sul Fluminense identificados com Altas Habilidades/Superdotação professores, licenciandos, educadores e demais interessados no tema
Local de atuação: MMO
Resumo
As Altas Habilidades/Superdotação estão incluídas no contexto da Educação Especial e, de acordo com a legislação brasileira vigente, o sistema educacional deve oferecer currículos, métodos, técnicas, recursos educativos e organização específicos, para atender as necessidades desses educandos. Entretanto, no Brasil a superdotação ainda é vista como um fenômeno raro. Estudantes com comportamentos superdotados nem sempre são identificados no âmbito escolar e, por esse motivo, são frequentemente negligenciados em seus atendimentos. Educadores justificam-se pela falta da abordagem do tema superdotação durante sua formação acadêmica inicial o que se soma aos diversos mitos atribuídos aos que apresentam tais comportamentos. Nesse contexto e observando a inexistência de programas de formação inicial e continuada de professores sobre o tema na Região Sul Fluminense, o grupo de pesquisa DIECI - Desenvolvimento e Inovação em Ensino de Ciências - implementará atividades direcionadas a estudantes do Ensino Fundamental e Médio da Região Sul Fluminense identificados com Altas Habilidades/Superdotação, professores, licenciandos, educadores e demais interessados no tema. Tais atividades incluirão palestras, mini cursos e oficinas que visam contribuir com a identificação desses alunos, assim como estimular a oferta de atividades que possam enriquecer a prática escolar de modo a tornar a escola um ambiente interessante e enriquecedor e efetivamente inclusiva para esses alunos.