Coordenador : Brunno Lessa Saldanha Xavier
Ano: 2019
Publico Alvo : O projeto tem como público alvo a comunidade acadêmica do Campus UFF de Rio das Ostras.
Local de atuação: REN
Resumo
É de conhecimento comum que a população masculina frequenta menos os serviços de atenção primária a saúde, se comparado com a população do sexo feminino. Isso se dá pela influência de inúmeros fatores que levam a um aumento na taxa de morbimortalidade masculina, revelando assim uma baixa adesão desse público aos programas de assistência à saúde (SILVA et al., 2012). De acordo com Política Nacional de Atenção Integral à saúde do homem (2008), um dos argumentos que justifica o déficit no autocuidado é a premissa da carga horária excessiva de trabalho frente seu papel como provedor do lar, perante um posicionamento histórico imposto pela sociedade As Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), em especial a Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) e o Diabetes Mellitus (DM), revelam crescentes índices de acometimentos incapacitantes e óbitos na população mundial, correspondendo a uma taxa de 63% (MENDES, 2012). O presente projeto, além de abordar e elucidar questões relacionadas ao Diabetes Mellitus e à Hipertensão Arterial Sistêmica, visa também fomentar a promoção a saúde com foco em aspectos relacionados ao câncer de próstata, com base no que é proposto pelo calendário nacional veiculado pelo Ministério da Saúde no âmbito do Novembro Azul. Seu pilar concentra-se na perspectiva de desenvolver ações estratégicas de prevenção e promoção da saúde, embasadas na Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH), contidas nos cadernos de atenção básica do Ministério da Saúde.