Coordenador : Lauro Eduardo Kozovits
Ano: 2019
Publico Alvo : O público alvo principal são os candidatos ao ENEM. De acordo com [15] havia 5,5 milhões de inscritos no ENEM 2018. Estima-se números semelhantes para os próximos anos. Como todos precisam aprender Química para as provas é interessante contar com ferram
Local de atuação: TCC
Resumo
O projeto de extensão Jogos para o Ensino de Química visa aproveitar os produtos criados em um projeto anterior (Lewis::AndroidGames) para o desenvolvimento de jogos para celular com o objetivo de ensinar Química para alunos do ensino médio ou mesmo períodos iniciais do ensino superior. No primeiro projeto, o foco foi o desenvolvimento de dois jogos para o ensino da química. Críticas foram feitas em relação ao projeto anterior pelo fato de que a comunidade não foi envolvida diretamente. O projeto Lewis::AndroidGames foi encerrado em 2017. Entretanto, os produtos gerados (jogos Memória Periódica e A Fórmula Certa) deverão servir bem para o escopo de educar alunos do ensino médio e de períodos iniciais de cursos com conteúdo de Química, bem como estabelecer um diálogo com a própria comunidade de usuários tornando-a motora para direcionar melhorias nesses jogos e apontar caminhos para a criação de novos que possam contribuir com a educação nessa área. Está disponível para o presente projeto um jogo digital de cartas (Memória Periódica já registrado pela UFF) destinado à familiarização do estudante com a tabela periódica e as características de seus grupos de elementos químicos. No segundo jogo (A Fórmula Certa em processo de registro) o aluno aprende a identificar a prensença de grupos funcionais em fórmulas da Química Orgânica. É importante destacar que o aspecto lúdico da adaptação de jogos de cartas populares quando em uma plataforma igualmente popular e amplamente disponível (Android) poderá ajudar no ensino de Química e até mesmo estimular novas vocações.