Coordenador : Stephan Malta Oliveira
Ano: 2019
Publico Alvo : Estudantes de medicina, da saúde e educação em geral, docentes da UFF interessados no tema central do Grupos de Estudos, profissionais da saúde e educação, familiares, pessoas com deficiência e ativistas de Movimentos da Deficiência.
Local de atuação: MMI
Resumo
O objetivo do Projeto consiste em realizar um grupo de estudos sobre a temática da deficiência e diversidade, com enfoque em categorias da infância e adolescência, como autismo, paralisia cerebral, algumas síndromes genéticas, deficiência intelectual, etc. Busca-se também articular a sociedade civil - por meio de profissionais da saúde e educação, familiares e pessoas com deficiência - com a universidade, através dos docentes e discentes das áreas da saúde e educação, além de debater e refletir novas concepções acerca da deficiência, a partir do modelo social, em contraposição às concepções biomédicas hegemônicas na atualidade, contribuindo para uma transformação social mais ampla bem como para a construção de uma sociedade mais inclusiva, no sentido de se questionar as normas sociais vigentes em nossa sociedade, que acabam reforçando preconceitos. Busca-se ainda conciliar o modelo social da deficiência com intervenções clínicas que visem a promoção do bem-estar, a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento de potencialidades das pessoas com deficiência. A metodologia consiste na realização de um Grupo de Estudo uma vez por mês, no qual será debatido um texto relacionado ao modelo social da deficiência, selecionado pelo coordenador do Projeto e pela equipe executiva. Após cada encontro, os participantes preencherão um formulário sobre suas percepções acerca do GE e sobre a temática debatida. Posteriormente, a equipe de execução se reunirá para a construção de categorias de análise. Ao final do ano, todo o material coletado será utilizado para a realização de um Seminário e/ou elaboração de um artigo.