MEM

Pró e Pet-Saúde Niterói 06-02-2015 (Cópia) 27-01-2016

O Ministério da Saúde está convencido de que o investimento em adequação da rede física, de tecnologia, de medicamentos e de insumos é em vão, se os profissionais de saúde não entenderem o que representa o Sistema Único de Saúde (SUS) no cenário da atenção à saúde da população brasileira. Constitui-se, assim, um desafio permanente formular políticas que busquem a articulação entre as instituições formadoras e o serviço. Há que se corrigir o descompasso entre a orientação da formação dos profissionais de saúde e os princípios, as diretrizes e as necessidades do SUS.

Educando Comunidades: A saúde dos grupos humanos (Cópia) 15-02-2013 (Cópia) 12-02-2014 (Cópia) 12-02-2015 (Cópia) 05-02-2016

O Programa visa as ações de educação para saúde nas dimensões física, emocional, espiritual, junto à comunidade, que são fundamentais considerando os problemas crescentes na situação atual de saúde de nossa sociedade. Têm suas vertentes na promoção, manutenção e restauração da saúde e na prevenção de doenças. Além disso, o Programa tem foco na facilitação das interações humanas oferecendo conhecimentos de habilidades sociais, resolução de conflitos e práticas restaurativas para uma cultura da paz, e fortalecimento de interações humanas saudáveis.

Rastreamentomde fatores de risco cirurgico no periodo pré-operatorio

O projeto tem como objetivo a identificação de fatores de risco cirúrgico apresentados no período pré-operatório e que podem comprometer a segurança do paciente no período transoperatório e retardar a sua recuperação. Estima-se que sejam realizadas em torno de 234 milhões de cirurgias de grande porte por todo o mundo a cada ano, e pelo menos sete milhões de pacientes cirúrgicos sejam acometidos por complicações, com desfecho fatal em aproximadamente um milhão de casos (OMS, 2009).

Acompanhamento domiciliar através de consulta telefônica como estratégia para melhor adesão ao tratamento

Trata-se de uma prestação de serviços a indivíduos de ambos os sexos, que apresente baixa adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico, através da consulta telefônica. Tem como objetivo implementar o cuidado telefônico fornecendo subsídios para reforçar as orientações recebidas, esclarecer possíveis dúvidas que possam surgir por parte do paciente e familiares acerca de sua doença e estimular a adesão ao tratamento.

Primeiros respondentes 2016

O projeto tem como proposta operacional preparar membros da comunidade acadêmica e da sociedade para o pronto atendimento em situações de catástrofes ou desastres de grande monta. Os participantes deverão estar preparados tecnicamente, fisicamente e emocionalmente para as diversas situações de risco que possam existir. Além do preparo supra mencionado os participantes deverão estar engajados na pesquisa e publicação de material sobre o tema específico. Como proposta social o projeto objetiva realizar palestras e cursos sobre prevenção, preparação e mitigação de riscos de desastres.

Filosofia e saúde (Cópia) 13-01-2015 (Cópia) 30-12-2015

Trata-se de uma programa que objetiva levar às populações carentes de nosso estado a possibilidade de acesso à atividades que objetivam disponibilizar conhecimentos relativos aos aspectos da saúde do corpo, mas também aos da saúde da alma, na medida em que trabalha-se com temas que dizem respeito ao corpo e que também têm implicações filosóficas desde Platão ao considerar corpo comocárcere da alma até Merleau-Ponty ao vê-lo como primeiro dos objetos culturais.

Memória Cognitiva, adesão ao tratamento e Inovação Tecnológica: ações para promoção da saúde na terceira idade

Trata-se de um projeto extensionista articulado à pesquisa e ao ensino para promoção, prevenção e reabilitação no cuidado a saúde do idoso e sua família. Assim, como desenvolver centros de transferência de tecnologias para terceira idade de forma segura, consciente, qualificada e de baixo custo.