Projeto

CONHECENDO O CURSO DE ATUÁRIA DA UFF (Cópia) 04-02-2016

Assim como a carreira de Atuário, o Curso de Graduação em Ciências Atuariais da UFF, criado em 2010, ainda é pouco conhecido pela sociedade em geral e, especialmente, pelos alunos de nível médio matriculados nas escolas publicas do Estado do Rio de Janeiro. Por meio de instrumentos virtuais, como site e redes sociais, e visitas às unidades de ensino, vamos buscar ampliar esse conhecimento, mostrando a amplitude de atuação do profissional de atuária tanto no mercado de trabalho como na academia.

Regularização Urbanística e Fundiária: Adequação ao cenário atual

O NEPHU-UFF sempre pautou seus trabalhos na perspectiva de que a moradia não se restringe à unidade habitacional, mas inclui o acesso a serviços e infraestrutura adequados, elementos fundamentais para o desenvolvimento de populações submetidas à precariedade urbana. Com base neste princípio, será desenvolvida a assessoria técnica e social às comunidades do Cassinu e Vila Esperança, São Gonçalo. Estas comunidades foram objeto da atuação do NEPHU, entre 1983 e 2007.

COMPONDO INDICADORES DE QUALIDADE NA GRADUAÇÃO (Cópia) 05-02-2016

O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES, instituído pela Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, estabelece o sistema de avaliação que abrange todas as instituições de educação superior, formado por três componentes principais: avaliação das instituições, avaliação dos cursos e avaliação do desempenho dos estudantes.

Cidadania nas escolas 2016

Desde a saída da grade curricular da disciplina de Educação Moral e Cívica, oriunda do período militar, há uma demanda reprimida por aquisição de conhecimento de noções básicas de cidadania por parte dos estudantes, em especial do ensino médio. Pesquisas informais indicam que nossos jovens adolescentes, às vésperas de obter o título de eleitor (ou já de posse dele) não compreendem nosso sistema de representação proporcional (quando muito o majoritário).

Saber em movimento

A universidade pública é lócus de excelência na produção intelectual, científica e cultural da sociedade brasileira contemporânea. A partir destas características, o projeto objetiva disseminar o saber produzido a utilizar, para isto, de múltiplos elementos: de palestras a peças teatrais, de workshops a sessões de cinema, sempre proporcionando o diálogo com a comunidade acadêmica da UFF e com a sociedade em geral.

Direitos Humanos e Comunicação 2016

A questão da democratização dos meios de comunicação está na ordem do dia. Uma parcela da sociedade prega a necessidade de regulação da mídia, enquanto outra defende a livre iniciativa no setor. Paralelo e quase omissa em relação a essa discussão, as universidades públicas brasileiras deixam de ocupar os canais de TV a cabo – garantidos pela recente Lei Federal n° 12.485 de 2011 que regulamentou a antiga Lei do cabo.

#MUSEUdeMEMES

O presente projeto consiste no desenvolvimento, implementação e manutenção da plataforma de um webmuseu voltado para discutir o fenômeno dos memes de internet. As ações concernentes ao projeto envolvem a produção e catalogação de conteúdos para o acervo do site, bem como a realização de mostras e exposições físicas no espaço da universidade e fora dele, e o planejamento e apresentação de oficinas e workshops sobre o tema. Memes são um fenômeno típico da internet, e podem se apresentar como imagens legendadas, vídeos virais ou expressões difundidas pelas mídias sociais.

Rastreamentomde fatores de risco cirurgico no periodo pré-operatorio

O projeto tem como objetivo a identificação de fatores de risco cirúrgico apresentados no período pré-operatório e que podem comprometer a segurança do paciente no período transoperatório e retardar a sua recuperação. Estima-se que sejam realizadas em torno de 234 milhões de cirurgias de grande porte por todo o mundo a cada ano, e pelo menos sete milhões de pacientes cirúrgicos sejam acometidos por complicações, com desfecho fatal em aproximadamente um milhão de casos (OMS, 2009).

Experiências de apoio à gestão na rede de saúde mental de Volta Redonda (Cópia) 27-01-2016

Este projeto constrói uma experiência de apoio da universidade à política de Saúde Mental em Volta Redonda/RJ, agregando alunos do curso de Psicologia da UFF, trabalhadores e gestores do SUS. Estas experiências sustentam-se na metodologia do Apoio Institucional como estratégia de intervenção nos modos de fazer clínica e gestão, qualificando as práticas de cuidado. Simultânea à intervenção, formam-se os atores para ações não verticalizadas em saúde, buscando trabalhar esta metodologia na rede SUS do município.