Saúde

Parasitologia Hoje - Produção de recursos para divulgação e educação em saúde sobre as principais parasitoses brasileiras

As parasitoses são infecções ainda muito comuns na população brasileira. Diversos fatores climáticos, sociais, econômicos e culturais tornam possível a manutenção de ecossistemas favoráveis ao desenvolvimento e transmissão de parasitos, tanto protozoários quanto helmintos e artrópodes.

Educação Sexual e Prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis

Saber que os métodos contraceptivos são procedimentos, dispositivos ou substâncias que, quando utilizados, possibilitam a existência de uma vida sexual ativa sem que haja gravidez é importante para jovens e adultos. Da mesma forma, a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) é de extrema importância devido à grande disseminação de tais doenças no nosso país, principalmente da AIDS.

Rastreamentomde fatores de risco cirurgico no periodo pré-operatorio

O projeto tem como objetivo a identificação de fatores de risco cirúrgico apresentados no período pré-operatório e que podem comprometer a segurança do paciente no período transoperatório e retardar a sua recuperação. Estima-se que sejam realizadas em torno de 234 milhões de cirurgias de grande porte por todo o mundo a cada ano, e pelo menos sete milhões de pacientes cirúrgicos sejam acometidos por complicações, com desfecho fatal em aproximadamente um milhão de casos (OMS, 2009).

Experiências de apoio à gestão na rede de saúde mental de Volta Redonda (Cópia) 27-01-2016

Este projeto constrói uma experiência de apoio da universidade à política de Saúde Mental em Volta Redonda/RJ, agregando alunos do curso de Psicologia da UFF, trabalhadores e gestores do SUS. Estas experiências sustentam-se na metodologia do Apoio Institucional como estratégia de intervenção nos modos de fazer clínica e gestão, qualificando as práticas de cuidado. Simultânea à intervenção, formam-se os atores para ações não verticalizadas em saúde, buscando trabalhar esta metodologia na rede SUS do município.

Prevenção e Tratamento do Traumatismo Dentário (Cópia) 05-02-2016

Os acidentes que ocorrem principalmente com crianças podem levar a perda do elemento dentário, afetando-a psicologicamente e prejudicando seu convívio social, além das implicações de caráter funcional. O objetivo deste Projeto é alertar a comunidade e profissionais de saúde quais os tipos de traumatismos dentários, formas de prevenção e necessidade de atendimento emergencial correto e tratamento posterior adequado, além de divulgar o atendimento gratúito oferecido pela Universidade.

Acompanhamento domiciliar através de consulta telefônica como estratégia para melhor adesão ao tratamento

Trata-se de uma prestação de serviços a indivíduos de ambos os sexos, que apresente baixa adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico, através da consulta telefônica. Tem como objetivo implementar o cuidado telefônico fornecendo subsídios para reforçar as orientações recebidas, esclarecer possíveis dúvidas que possam surgir por parte do paciente e familiares acerca de sua doença e estimular a adesão ao tratamento.

PSIQUIATRIA INFANTIL SEM PAREDES TENDAS DA INCLUSÃO 4/02/2016

O Projeto, além de viabilizar a aplicação das experiências acumuladas pela Psiquiatria Infantil da UFF- tendas da inclusão, também se inserem na atual perspectiva nacional e internacional em Saúde Mental, à medida que constitui uma alternativa inovadora de Saúde mental. A efetividade do programa reside na possibilidade do desenvolvimento de programas integrados/multidisciplinares voltados para pacientes agudos e crônicos que exigem níveis diferenciados de cuidados e de atenção.

PROGRAMA INFÂNCIA, JUVENTUDE E INCLUSÃO SOCIAL 04-02-2016

O PROGRAMA INTEGRA DIFERENTES SETORES E PROJETOS VOLTADOS PARA GRUPOS VULNERÁVEIS. Um dos problemas a ser enfrentado pelo projeto refere-se ao quadro de exclusão social de crianças e adolescentes, principalmente, daqueles que se encontram mais vulneráveis em função do uso de drogas e outros fatores de risco - biológicos sociais e culturais, tais como: violência física, violência simbólica (fracasso escolar), deficiências e doenças mentais - gerado e / ou pela falta de acesso a adequadas condições material, habitacional, educacional, socio-familiares e comunitárias.

O BRINCAR NO CUIDADO DA CRIANÇA HOSPITALIZADA (Cópia) 05-02-2016

A hospitalização infantil é uma experiência estressante que envolve necessidade de adaptação da criança às várias mudanças que acontecem no seu cotidiano. Ela pode ser submetida a diferentes procedimentos invasivos e dolorosos. Os profissionais envolvidos no cuidado precisam buscar recursos para melhor as crianças, respeitando seu nível de desenvolvimento e linguagem. Brincar é importante para a criança, e a equipe profissional deve reconhecer essa necessidade, propiciar meios para sua realização e incorporá-la ao cuidado diário.

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO A GESTANTES NA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DA UFF

A gestação é uma período importante na vida da mulher, requerendo que sua saúde física, mental e social estejam equilibradas. A atenção odontológica nesta fase é fundamental para a evolução plena da gestação. Algumas alterações sistêmicas e comportamentais podem favorecer o desenvolvimento de afecções bucais que podem prejudicar tanto a gestante quanto o feto. Este projeto objetiva promover a saúde bucal para favorecer o desenvolvimento saudável da gestação e do feto, além de contribuir para a implementação do Pré-natal odontológico como atividade de rotina.