Educação

Interações em etnoeducação e cidadania indígena

Considerando o processo de formação continuada de professores em área urbana, ribeirinha, quilombola e indígena, bem como as intervenções nas escolas públicas amazônicas no âmbito das ações do Programa de Extensão Educação Patrimonial em Oriximiná, junto à Universidade Federal Fluminense, com o apoio do PROEXT 2015/2016, que há alguns anos desenvolve projetos em etnoeducação, possibilitando não apenas a troca de saberes acadêmicos, culturais e populares, mas a valorização de saberes tradicionais, pretende o projeto de extensão ora proposto estabelecer uma relação de interação investigativa

O vídeo no ensino e divulgação científica: formação continuada de professores de Química e áreas afins

A importância da formação continuada de profissionais na área de ensino de química e áreas afins é uma preocupação constante das instituições de ensino e do sistema educacional brasileiro. Tendo esse horizonte como motivação e interessados em corroborar com esse tipo de ação, elaboramos em 2015 um curso denominado: O vídeo no Ensino de Química: Formação continuada de professores, o qual buscou aliar novas ferramentas instrucionais e metodologias de ensino com a tecnologia da informação e comunicação (TIC) presente no cotidiano das pessoas, como os vídeos.

Microbiologia e Parasitologia ao Alcance de Todos

A Microbiologia e a Parasitologia apresentaram vertiginoso progresso nas últimas décadas, no que se refere ao conhecimento geral dos agentes infecciosos e sua interação com seus hospedeiros. Estes conhecimentos são de fundamental relevância para promover uma melhoria significativa na qualidade de vida para a população de nosso país, que ainda hoje se apresenta com elevadas prevalências de infecções e infestações.

Da célula ao sistema - biologia celular, biologia molecular e embriologia: uma abordagem interdisciplinar contínua através de ferramentas virtuais de fácil acesso

O grande desafio das universidades diante as novas perspectivas interdisciplinares está justamente na falta de conhecimento deste grande recurso estratégico, e sua adequada aplicação, transformando o conhecimento de todos seus colaboradores num enorme e valioso patrimônio.

Educação Inclusiva e a formação do professor de Física (Cópia) 11-01-2011 (Cópia) 18-01-2012 (Cópia) 14-01-2013 (Cópia) 21-01-2014 (Cópia) 21-01-2015 (Cópia) 20-01-2016

A política de inclusão instituída pelo MEC, em consonância com a Constituição Federativa do Brasil, visa garantir uma educação de qualidade para todos os alunos. Para tanto, sinaliza que os sistemas de ensino regular devem se transformar em sistemas inclusivos. Essa transformação deve abarcar aspectos estruturais e culturais da escola para que todos os alunos tenham suas especificidades atendidas. Em relação aos aspectos culturais, é necessária uma formação docente condizente com os pressupostos da educação inclusiva.

PAPELÃO, BOTÃO E GRÃO DE FEIJÃO: materiais pedagógicos feitos à mão - um projeto do LAB (Cópia) 25-01-2016

O Projeto objetiva promover espaços para a socialização de saberes e fazeres e intercâmbio de informações teórico-práticas no que se refere às questões relacionadas com a infância, os brinquedos, jogos e brincadeiras na Educação, bem como a formação continuada na perspectiva de formação de um professor brinquedista.

Programa Dá Licença Matemática UFF 2016

O Programa Dá Licença Matemática - UFF consiste de um conjunto de projetos articulados integrando Ensino-Pesquisa-Extensão voltados para a formação continuada do professor de matemática e que visam essencialmente: (1) Produção e Intercâmbio de Informação, (2) Integração Ensino/Serviço/Sociedade, (3) Eventos. Fazem parte do núcleo permanente do Programa Dá Licença Matemática - UFF os seguintes projetos: (i) Caderno Dá Licença, (ii) Jornal Dá Licença, (iii) Eventos em Educação Matemática e (iv) Centro de Memória de Educação Matemática e Biblioteca Dá Licença.

Revista eletrônica Tô de Olho (Cópia) 25-01-2016

Este projeto prevê a edição da revista eletrônica: Tô de Olho, cujo principal objetivo é divulgar a produção infantil, textos, ideias, desenhos, desejos, e criatividade das crianças participantes, além de potencializar a autoria infantil, muitas vezes negada/silenciada - uma revista na escola é um bom motivo para a imaginação, a fantasia e para a aquisição do conhecimento e o anúncio de outros formas de formação humana. A revista possui periodicidade semestral e é organizada em seções propostas pelas crianças.

Brinquedos, jogos e brincadeiras: experiências docentes no LAB (Cópia) 25-01-2016

Resumo - O Projeto Brinquedos, jogos e brincadeiras: experiências tecidas na sala laboratório da FEUFF - Estação Brinquedo busca potencializar os estudos e investigações realizados especialmente pelos alunos do curso de Pedagogia da UFF quanto aos usos e sentidos que diferentes grupos de crianças dão aos brinquedos. As ações pretendidas serão desenvolvidas no âmbito da sala laboratório da FEUFF e dialogam com princípios que se voltam ao protagonismo infantil - às crianças, suas lógicas, seus saberes, suas experiências, suas memórias e suas formas singulares de aprender brincando.

REAÇÕES DIVERTIDAS: CURIOSIDADES DA QUÍMICA NA CASA DA DESCOBERTA (Cópia) 10-02-2014 (Cópia) 14-12-2014 (Cópia) 14-12-2015

A vida como um fenômeno fundamentalmente químico, está repleta de exemplos que podem ser explorados pelo professor de forma atraente. O despertar para as transformações químicas que ocorrem trivialmente à nossa volta é o primeiro passo de apreciação da Química. A conscientização de uma abordagem científica é um segundo passo, que acompanha a maturidade intelectual. O desenvolvimento de um estado positivo de alerta e percepção da atuação da Ciência em termos científicos e políticos, é um terceiro passo, que devemos cultivar em nossa postura de investigadores da mesma.